Este blog contém posts e comentários.

Este blog recebe e agradece as visitas desde Fev/2009.

Contador de visitas

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O intervalo para almoço conta como hora trabalhada?


"Em qualquer trabalho contínuo, cuja duração exceda de seis horas, é obrigatória a concessão de um intervalo para repouso ou alimentação, o qual será de no mínimo uma hora".

Portanto, se a pessoa trabalha em horário contínuo (de 8 às 17 horas) com um intervalo de descanso e alimentação de 12 às 13 horas, ela trabalha efetivamente 8 horas diárias, pois, de acordo com o parágrafo 2º do artigo 71 da CLT os intervalos de descanso não são computados na duração efetiva do trabalho, por não se tratar de hora efetivamente trabalhada.
Logo, o intervalo mínimo de uma hora é uma imposição por força de Lei, que não é computado como hora efetivamente trabalhada, e não compõe a jornada de trabalho para todos os fins de direito.
Se acaso não for concedido o horário para repouso e alimentação previsto no Art. 71 da CLT, o empregador ficará obrigado a remunerar o período correspondente com o acréscimo de no mínimo 50% (cinqüenta por cento) sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho.
A Constituição Federal de 1988 em seu art. 7º inciso XIII, e a Consolidação das Leis do Trabalho em seu art. 58 determinam que a jornada de trabalho não ultrapasse a 8 horas diárias e 44 horas semanais.
A legislação estabelece ainda que não sejam computados na jornada normal diária os 5 (cinco) minutos antes e 5 (cinco) minutos depois da jornada de trabalho.
Para se compor, portanto, as horas trabalhadas por dia, não se deve computar o período de intervalo concedido ao empregado. Ex: das 8:00 às 17:00 com 1:00 hora de intervalo temos 9hs na empresa, mas 8hs de trabalho excluindo o intervalo. (CLT art. 71§2)
Veja o que diz o artigo 71 e tire suas próprias conclusões:
Artigo 71
Este Artigo faz parte da Seção III - Dos períodos de descanço
Art. 71 - Em qualquer trabalho contínuo, cuja duração exceda de 6 (seis) horas, é obrigatória a concessão de um intervalo para repouso ou alimentação, o qual será, no mínimo, de 1 (uma) hora e, salvo acordo escrito ou contrato coletivo em contrário, não poderá exceder de 2 (duas) horas.
§ 1º - Não excedendo de 6 (seis) horas o trabalho, será, entretanto, obrigatório um intervalo de 15 (quinze) minutos quando a duração ultrapassar 4 (quatro) horas.
§ 2º - Os intervalos de descanso não serão computados na duração do trabalho.
§ 3º - O limite mínimo de 1 (uma) hora para repouso ou refeição poderá ser reduzido por ato do Ministro do Trabalho quando, ouvida a Secretaria de Segurança e Higiene do Trabalho, se verificar que o estabelecimento atende integralmente às exigências concernentes à organização dos refeitórios e quando os respectivos empregados não estiverem sob regime de trabalho prorrogado a horas suplementares.
§ 4º - Quando o intervalo para repouso e alimentação, previsto neste artigo, não for concedido pelo empregador, este ficará obrigado a remunerar o período correspondente com um acréscimo de no mínimo 50% (cinqüenta por cento) sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho.
** § 4° acrescentado pela Lei n° 8923, de 27 de julho de 1994

O horário de almoço é sagrado e não deve ser interrompido, e, por força da Constituição Federal, é um direito de todo trabalhador, não podendo jamais ser violado sob qualquer pretexto.

Um almoço sagrado para todos, e bom apetite!

(a) Adm. Jésus Fernandes Leão

Visualizações desta Matéria:
LER O ARTIGO COMPLETO...

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Alunos de Ponte Nova promovem I Jornada Acadêmica


Os alunos do curso de Administração da UNIPAC Ponte Nova promoveram, no mês de dezembro, a I Jornada Acadêmica. O evento faz parte da campanha nacional Bota pra Fazer, que acontece durante o ano todo e tem como objetivo despertar a atitude empreendedora que existe em cada pessoa. A campanha é a versão brasileira do Movimento Global pelo Empreendedorismo, que está mobilizando estudantes, profissionais, empresas e faculdades de todo o mundo promovendo workshops, debates e seminários que possam estimular as iniciativas empreendedoras.
MEC aponta UNIPAC como a maior universidade de Minas e a quinta do país
O título de maior instituição de ensino de Minas Gerais, pelo número de alunos matriculados, ficou mais uma vez nas mãos da Universidade Presidente Antônio Carlos - UNIPAC, segundo revelou o Censo da Educação Superior 2007, divulgado no último dia 03 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Os dados mostram também que as dez maiores instituições de ensino superior do Brasil estão concentradas na região Sudeste, que tem oito das dez maiores universidades. O Rio Grande do Sul e o Pará entram na lista, cada qual com uma instituição de ensino.
Além do título de maior do Estado, a UNIPAC conquistou a quinta colocação em nível nacional, com 57.291 alunos. O resultado do Censo confirmou a posição de destaque da instituição mineira, divulgada pela Folha de São Paulo, em janeiro de 2008. Naquele ano, a UNIPAC já havia sido apontada como a maior de Minas e figurado entre as dez maiores do país em número de alunos, na sexta colocação.
Segundo a reportagem, a instituição obteve também posição de destaque na qualidade de ensino, entre as dez maiores, já que ficou com a terceira melhor média do ENADE (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), índice de 3,1.
A direção da UNIPAC recebeu a notícia com satisfação e declarou que o resultado se deve à dedicação, ao trabalho sério e comprometido realizado em todo o estado pelas Pró-reitorias, corpo docente, funcionários administrativos, com o apoio da Reitoria e, sobretudo, dos mais de 50 mil alunos.
Os dados do Censo 2007 revelam ainda que das dez instituições com mais estudantes no país, apenas três são públicas, duas estaduais e uma federal. As universidades se destacaram como aquelas que detêm a maior parte dos professores com doutorado (35%). Nas faculdades, porém, predominam os professores que estudam até a especialização.
O levantamento indicou a existência, em 2007, de 2.281 instituições de educação superior no Brasil, seno 319 delas em Minas Gerais. No mesmo ano, havia 23.488 cursos no país e 2.856 ofertados no estado. Já o número de matrículas chegou a 4,8 milhões no território nacional e a 505.090 nas Gerais.
As dez maiores universidades do país segundo o MEC
1º Universidade Paulista (Unip) - SP 145.498
2ª Universidade Estácio de Sá - RJ 116.959
3ª Universidade Nove de julho – SP 84.398
4ª Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban) – SP 69.074
5ª Universidade Pres. Antônio Carlos - UNIPAC – MG 57.291
6ª Universidade de São Paulo (USP) - SP 49.774
7ª Universidade Salgado de Oliveira (Universo) - RJ 47.853
8ª Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) RS 43.620
9ª Universidade Estadual Paulista (Unesp) - SP 32.204
10ª Universidade Federal do Pará - PA 32.092

Publicada em: 11/02/2009
Fonte: http://www.unipac. br/v2008/ comunicacao/ index.php? noticia=892&controle=7
Enviada por Wellerson Viana via email em 21.02.2009
LER O ARTIGO COMPLETO...

sábado, 21 de fevereiro de 2009

CONCISÃO E SIMPLICIDADE NA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL


"OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO QUE VOCÊ NÃO ME DEU!" (NORMANN KESTENBAUM, Ed Campus)

O livro é uma ajuda a todos que precisam informar as pessoas com a finalidade de fazer negócios e convencer a quem possa interessar do seu produto ou serviço, e tem muito pouco tempo para isso.
O que importa não é a grande quantidade de slides que você irá apresentar, mas a precisão e o convencimento da outra parte que deve ser feito de forma simples e direta sem nenhum rodeio.
O excesso de informações pode atrapalhar, tanto que negócios fechados podem desandar se você insistir em apresentar outras características do seu produto ou serviço ao comprador depois de feito o negócio.
“A acessibilidade total que conquistamos não implica que precisemos de tudo.” (BILL JENSEN)
“O mais valioso de todos os talentos é não usar duas palavras quando apenas uma resolver.” (THOMAS JEFFERSON)
A simplicidade é a arte de tornar claro o que é complexo, é poder fazer menos do que não interessa e fazer mais do que interessa.
Devemos saber expressar nossas idéias com eficiência e simplicidade, pois, isso é uma jóia rara e cada vez mais valorizada no mercado do trabalho.
A base de tudo é o conhecimento que nada mais é do que a informação, combinada com a experiência, contexto, interpretação e reflexão, segundo DAVENPORT o Guru da Gestão.
O mundo empresarial está carente de pessoas que pensam, e segundo FORD pensar é o trabalho mais árduo que existe,por isso tão poucos se dedicam a fazê-lo.
KESTENBAUM, apresenta cinco passos para você montar uma boa apresentação:
1) Desplugue-se porque raciocínio é o que vale.
2) Elimine o desnecessário
3) Evite utilizar jargão e lugar-comum
4) Vá direto ao ponto
5) Tangibilize resultados e/ou benefícios
Nas suas apresentações tente colocar todo o seu raciocínio em um único slide, condensando todo o seu estudo em uma fala de no máximo 15 a 20 minutos, se você for convincente não precisará falar por horas a fio, deixando a platéia dispersa e desinteressada.
Não abra sua apresentação com ênfase em problemas, mas transforme esses problemas em desafios a serem superados e a seguir mostre como isso é possível e viável. Se você for interrompido constantemente, isso não significa sinal de problemas, podendo significar que estão interessados e querem saber mais.
Jamais comece uma apresentação com uma pergunta por uma razão muito simples: você não tem como saber a resposta que virá do lado de lá, podendo lhe ser favorável ou não, portanto, melhor não arriscar.
Você tem que provar aquilo que está falando através de dados e informações que sustentem a sua idéia fazendo um elo entre a informação e o conteúdo.
Ensaie, ensaie várias vezes o que vai falar, porque somente assim terá consistência no que vai dizer e quanto mais você se prepara mais você domina o assunto e maior possibilidade de convencimento da sua platéia.
No final a sua platéia irá dizer apenas duas palavras que irão coroar todo o seu árduo trabalho de pensar: “FAZ SENTIDO.”

Tenham um excelente dia de sucesso e trabalho, fiquem com Deus!

(a)Adm Jésus Fernandes Leão
Visualizações desta Matéria:



LER O ARTIGO COMPLETO...

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

4.a. OLIMPIADA BRASILEIRA DE MATEMATICA

"A Medalha é de Bronze, mas o garoto é OURO!"

O garoto Hugo Mouro Leão, nasceu na cidade de Raul Soares-MG no ano de 1996. Estudante do 8° Ano do Ensino Fundamental na E.M. Coronel João Domingos, conseguiu a Medalha de Bronze na 4ª Olimpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP 2008. Segundo os professores da Escola esta é a primeira medalha recebida pelo município de Raul Soares-MG, conquistada em uma olimpíada da OBMEP. É a escola pública desenvolvendo o ensino, e revelando novos talentos do nosso Brasil. O Hugo foi o 17º classificado no ranking da Olimpíada de Matemática no estado de Minas Gerais. Há quatro anos cursando Inglês na escola CCAA, onde somente recebe notas excelentes e elogios do corpo docente, recentemente engajado também no aprendizado do Espanhol. Também está cursando aulas de música (violão) na Escola Aberta que é desenvolvida pela E.M. Coronel Joao Domingos desde 2008, e,ainda em seu currículo de conhecimentos, o garoto Hugo é grande conhecedor de informática, navegador da web e também é um excelente amigo e companheiro. A você Hugo desejamos sucesso contínuo em sua carreira de vencedor. Esta medalha de bronze que você está recebendo da OBMEP é apenas o anúncio da medalha que certamente e em breve, irás conquistar.

Para nós você é OURO garoto. PARABÉNS!

(a) Adm.Jésus Fernandes Leão

Visite o site : http://www.obmep.org.br/066.htm

LER O ARTIGO COMPLETO...

domingo, 1 de fevereiro de 2009

TUDO É FRUTO DE NOSSA ESCOLHA.



TUDO É FRUTO DE NOSSA ESCOLHA!

Durante toda nossa vida somos obrigados por questões diversas a fazermos opções em momentos em que nosso caminho se divide dando-nos várias oportunidades de acertar ou errar. Então,temos que escolher um caminho entre aqueles que estão disponíveis, sabendo que as consequencias de nossa escolha será fatal, de acordo com o casamento com a realidade vivida por nós num dado momento de nossa existência.
 
Quantas vezes nós temos um grande emprego a nossa disposição, mas escolhemos um outro que no momento nos parecia o melhor, e somente depois é que nos damos conta de qu
e erramos na nossa escolha.

Somente em dois momentos de nossa vida nós somos privados de escolha: nascer e morrer. Os demais momentos entre estes dois pontos cruciais de nossa existência são frutos de nossa escolha, e se soubermos fazer uma boa opção receberemos a glória, o sucesso, a fama. Entretanto, se optarmos mal e erroneamente recebemos o desgosto, o desconforto, malquerer e incompreensão do nosso semelhante. Mas, qualquer que seja o resultado obtido é melhor errarmos por não fazermos uma boa escolha, do que errarmos porque não tivemos coragem de agir no momento oportuno.

Eu fiz o Curso de Administração porque escolhi fazê-lo entre as opções que eu tinha naquele momento, ou seja, fiz porque escolhi fazê-lo. Não foi porque era o melhor, o mais
caro, o mais evidente ou com maior campo de oportunidades profissionais. Tudo foi fruto de minha escolha consciente. Nós podemos nascer ricos, mas continuar rico é uma questão dependente de várias escolhas durante o nosso ciclo existencial. Nascer pobre pode acontecer a qualquer pessoa, porque não depende de escolha do nascituro, mas continuará pobre se quiser, ou seja, se acomodar-se com aquilo que a vida lhe deu de início e não se mover em busca de uma melhor opção de vida.

O que faz de você um mendigo: acomodação, conformismo, dependencia e desinteresse pela vida.

Se agires assim, em breve estarás lambendo o chão. 

Temos várias personalidades ilustríssimas que vieram da pobreza para a glória e a fama, como temos também ilustres famosissimos que terminaram sua vida na pobreza e indigência. O que você escolher para sua vida, é o que você terá para si. Não tenhas medo de fazer escolhas na vida, mas, se por acaso não fizer uma boa escolha, não se acomode. Admita o erro na escolha e mude, seja flexível, e renove sua opção de escolha.

Faça uma análise fria e feche os olhos (um de cada vez, não se permita ficar cego para o resto do mundo), e se imagine no futuro fazendo aquilo que você escolheu, e terás grande chance de acertar na escolha por mais vezes. Porém, se errares, reconsidere, reavalie e novamente faça uma escolha. 

Você é e será sempre, fruto de sua propria escolha. Serás aquilo que desejares ser. 

Muito sucesso, escolha sempre e sejas aquilo que queres ser!

Um forte abraço. (a) Adm. Jésus Fernandes Leão

Publicada no blog www.admjesusleao.blogspot.com em 31/01/2009



Visualizações desta Matéria:
LER O ARTIGO COMPLETO...

testando funcionalidade http://whos.amung.us/showcase/

estatistica em teste: whos.amung.us

?


AVISO ”A partir do ano 2017 todos os comentários somente serão respondidos se for indicado endereço de "email válido" para resposta, em virtude do grande número de solicitação de informações já postadas nos artigos!...”