Este blog contém posts e comentários.

Este blog recebe e agradece as visitas desde Fev/2009.

Contador de visitas

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Alegria CoNtAgIa.


Todos os dias chego ao meu local de trabalho e cumprimento aos meus colegas que estão presentes, e aos que chegam depois de mim com um caloroso desejo de que tenham um excelente dia de trabalho, negócios, lucros, satisfação garantida para um salário melhor e uma vida social repleta de sofisticação, com a autoestima elevada e, enfim, tudo de bom e de bem...
- Booooooooommmmm Diaaaaaaaaaaaaaaaaa!
O meu caloroso “Booooooooommmmm Diaaaaaaaaaaaaaaaaa!” que deveria contagiar a todo o ambiente de trabalho com sentimentos de alegria, satisfação, reencontro, felicidade, amor, compreensão, vitória, (...) etc , encontra barreiras difíceis para chegar até os meus companheiros de trabalho, porque é difícil ultrapassar a figura que se segue:
Sisuda, em forma de verdadeira carranca, minha colega me responde de forma tão fechada que toda a minha alegria inicial tende a quedar-se com o cumprimento retribuído de forma mercenária...
-bUn dYAn?
O feedback oferecido ao meu vibrante “Booooooooommmmm Diaaaaaaaaaaaaaaaaa!” sacado do mais profundo de meu ser, fez sentir-me um verme de laboratório sendo manipulado pela complexidade atroz do ser humano, como uma resposta fúnebre, e nada inteligível, fazendo-me pensar:
-O que ela quis dizer com “bUn dYan”?
Já me foi dito por um palestrante em um curso de vendas de consórcios, que o bom dia deve ser aberto e bem falado, espevitado para evitar interpretações inversas ao nosso desejo real, e que aquela velha estória de que falam quando saímos para o trabalho: “ Vamos pra luta”, ou, “Vamos pra guerra”, não é uma forma agradável de começarmos o nosso dia de trabalho.
A luta e a guerra são aves de mau agouro, que trazem consigo sofrimento e morte!
Então, é assim que desejas começar um dia de oito horas de trabalho? Será que agüentamos
toda essa carga negativa em nossos ombros de frágeis mortais?
Devemos dizer, isso sim, “Vamos pra festa!”, porque festa é alegria e descontração. Na festa encontramos os amigos e até os não tão amigos se deixam levar pela nostalgia e nem se dão conta de que falam a alguém antes não tão querido.
O trabalho é um salão de baile onde dançamos conforme a música, e somos nós mesmos os músicos e maestros da orquestra, pois, dançamos a música que nós mesmos tocamos, conforme o principio do circuito recursivo de MORIN segundo o qual os produtos e os efeitos são, eles mesmos, produtores e causadores daquilo que os produz.
Vamos colocar em nossa pista diária um ritmo ousado, destemido, corajoso, atrevido, audacioso, e, assim iremos produzir coragem, perspicácia, ousadia, transpondo a muralha do mau humor, de alguns poucos graças a Deus! Sejamos alegres em nosso ambiente de trabalho, levemos a certeza de que hoje será melhor do que ontem e pior do que amanhã, na idéia de superação de seu próprio “EU”.
Reconheçamos que juntos somos mais fortes, e que a soma de um mais um será sempre mais que simplesmente dois, visto organizacionalmente. Leve alegria para o seu ambiente de trabalho e verás que o mesmo será transformado metaforicamente em um “salão de baile”, e, como danças bem a música.
Enfim, ergamos um longo brinde à alegria de ter um belo trabalho onde todos, felizes e alegremente, são brindados e agraciados com o fruto da sua alegria e descontração.

E por fim:

-TENHAM TODOS UM BOOOOOOOOOMMMMM DIAAAAAAAAAAAAAAAAA!

(a) Adm. Jésus Fernandes Leão

Nenhum comentário :

testando funcionalidade http://whos.amung.us/showcase/

estatistica em teste: whos.amung.us

?


AVISO ”A partir do ano 2017 todos os comentários somente serão respondidos se for indicado endereço de "email válido" para resposta, em virtude do grande número de solicitação de informações já postadas nos artigos!...”